FNE quer alterar concursos de professores e composição das turmas

A Federação Nacional da Educação (FNE) acordou hoje com o novo ministro, Tiago Brandão Rodrigues, um método de consulta regular para rever temas importantes para os professores, como o regime de concursos e a composição das turmas.

No final de uma reunião no Ministério da Educação, o secretário-geral da FNE, João Dias da Silva, disse aos jornalistas que ao nível da composição das turmas foram abordadas questões como o número de alunos e a possibilidade de desdobramento em algumas disciplinas, nomeadamente na aprendizagem de línguas.

Para os professores, frisou, não é só importante o número de alunos por turma, mas também o número de turmas por professor.

“O objetivo é termos um sistema educativo que promova o sucesso escolar”, afirmou.

A questão da avaliação dos alunos esteve também em cima da mesa nas várias vertentes: externa, interna e aferida.

O ministro, segundo Dias da Silva, pediu o contributo da FNE para esta matéria, no sentido de elaborar um plano global e integrado para o ensino básico. “Tudo ao serviço de melhores resultados dos alunos”, acentuou.

Da tutela, a FNE recebeu também a garantia de monitorização e revisão, caso se revele necessário, dos contratos de transferência de competência para os municípios na área da educação.

AH//GC
Lusa/fim

© 2015 SDPSUL. Sede: Rua Lídia Cutileiro, 23- 1º e 2º dts. Villa da Cartuxa - 7002-502 Évora - tm: 969195512 - tel:266749660 - fax:266749668 mail:evora@sdpsul.com.
Gestor do Site- contacto mail: evora@sdpsul.com